Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amor Vs Depressão Pós Parto

por Susana Santos, em 27.04.15

maebebe.jpgNunca esta palavra fez tanto sentido...

Não há sentimento mais forte mais fugaz mais intenso do que aquele que sentimos pelos nossos pequeninos.

A palavra AMOR ganha cor, e mesmo nas noites que passamos em claro e em que as forças já são poucas, basta olhar para eles nos olhos, ver aquele brilho aquela pequena grande força, para tudo se renovar e recarregar de energias o corpo já quase adormecido e entorpecido do cansaço.

Mas muitas vezes o cansaço extremo, a falta de apoio, a fragilidade emocional da mulher, as hormonas, toda essa mistura de sentimentos e sensações, culmina na tão indesejada e assustadora ,Depressão pós-parto.

Pessoalmente não passei por esse processo, muito cansaço sim, mas o normal desta fase, mas quem passa por isso , sim custa sim dói e sim ficam mazelas... 

(http://www.tuasaude.com/sintomas-de-depressao-pos-parto/ )

Procurem ajuda mamãs, primeiro nos vossos filhos , depois na família e logo a seguir e muito importante ajuda médica. 
Tenham força!

Sejam felizes... 

(Vera Bastos)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35

Contrassenso...

por Susana Santos, em 23.04.15

cropped-mother-and-child.jpg

 

Passamos 9 meses a carrega-los no ventre, amamos-los com todas as forças mesmo sem os vermos...
E na reta final já dávamos tudo para o quanto antes os olhar cheirar beijar, é a ansiedade o medo, o peso da barriga as pernas que parecem uns troncos de oliveira velha, dormir já quase sentada, as dores de costas a azia (sofri disto desde o dia 1 da gravidez, mesmo antes de saber que estava grávida, o meu melhor amigo nesta fase foi o "Gaviscon" em saquetas, http://www.gaviscon.pt/medicamentos/gaviscon-duefet/suspens%C3%A3o-oral-saquetas/).

Nos últimos dias parece que fizeram os dia parar, queremos desesperadamente tê-los nos braços, olhá-los nos olhos. 

Acreditem não há sensação possível de descrever por palavras o dar á luz, é verdadeiramente indescritível, longe de tudo o que possam ler ou amigas e familiares possam contar, só vivenciando, sentindo,chorando,suando.

Eu quando me perguntam como é, e quem  quiser que me leve a mal, respondo apenas e somente:

" Ter um filho é fazer AMOR... "

Depois com o passar dos meses e ao ver os nossos pequeninos a crescer a olhos vivos, o tempo a escorrer entre os dedos, como se alguém superior acelera-se o relógio do tempo sem a nossa permissão, dá uma vontade gigante de os mandar de volta para dentro de nós, muita gente pode achar um pensamento egoísta, mas não o é não se sintam culpadas, é um pensamento irracional!? Talvez... mas e então que mal tem, eles não saíram de nós, não nos foram retirados e separados de nós, não são um pedaço de nós que nos foi literalmente cortado!? :D

Amo o meu pequenino, orgulho-me de cada conquista dele, mas bolas cresce rápido este pingente, e isso custa, sou maluca talvez... Mas feliz... 

Quem é a mãe que me entende, ponha a mão no ar. 
Sejam felizes e amem velozmente, que o tempo esse não para. 





 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:31

Há coisas que não se explicam....

por Susana Santos, em 22.04.15

Há coisas que não se explicam, 
que não se conseguem entender, se não se sentirem e virem com os olhos do coração,
essa sim é a visão mais pura e sensível... 

Há coisas que não se explicam, SENTEM-SE.... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02

Só nós entendemos...

por Susana Santos, em 22.04.15

images.jpg

 Quem já passou por noites e dias de gases e cólicas e prisão de ventre dos vossos bebés, ponha o dedo no ar!!!

Eu sou a primeira a chegar-me á frente e a falar desse desespero,sim ver o bebé a contorcer-se com dores não é das melhores experiências.
Ora na altura tinha o pequenino 2 meses e a prisão de ventre era uma constante, chegava aos 4 dias de sofrimento.

-Ajuda:
Depois de massagens e eu ter mil cuidados com a alimentação, mesmo assim a saga continuava, a solução foi ir ao Dr. aconselharam-me a mudar o leitinho, que eu já lhe dava como suplemento além da maminha, sim porque o pequenino sempre foi de muito alimento, mudámos para um leitinho AO (Anti-Obstipação). Mesmo assim não foi suficiente, seguimos o conselho de um Pediatra excelente e comecei a dar-lhe Probióticos no meu caso o aconselhado foi o Biogaiahttp://www.farmaciaarade.pt/produto/biogaia-gotas-5-ml/, para nós resultou muito bem, e a paz voltou a reinar, no reino gastrointestinal cá de casa...

Se estão com problemas , procurem ajuda mamãs e papás, ninguém sabe tudo, e todos precisamos de ajuda... Sejam felizes!! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:21

Falemos de saúde...

por Susana Santos, em 21.04.15

infecção respiratoria.jpg

 

Como calculam nestes 8meses já tivemos um pouco de tudo.

Uma verdadeira aventura...

  • Cólicas , que nos causaram noites de insónias e dores de costas tremendas pois o pequeno só queria dormir no regaço da mamã ou do papá.

    - Alivio: Doses gigantescas de carinho e paciência, umas toalhinhas molhadas em água quentinha, colocadas sobre o ventre do bebé, umas boas e carinhosas massagens na barriguinha , e em último recurso, já em desespero de causa (sim não somos de ferro e muitas vezes desesperamos) estimulação com o tão famoso Bebegel http://www.infarmed.pt/infomed/download_ficheiro.php?med_id=822&tipo_doc=fi.
     Além disso mãe linda a beber litros e litros de chá de funcho, as propriedades do mesmo são excelentes http://www.tuasaude.com/funcho/.


  • Constipação com febres altaspois por aqui chegou-se até aos 39,8º e tirou-se o termómetro antes dele "apitar"tal foi o susto. Diagnóstico é uma virose, aquela que todos os pais acham e chamam de "bicho papão".

    - Alivio:Pois a solução quando nada mais há a não ser febre e uma pequena irritação na garganta, e muita "ranhoca" e obstrução é de novo a poção mágica carinho e Kilos de paciência, muita hidratação, limpeza das fossas nasais com soro fisiológico ou água do mar(eu prefiro esta última,acho-a mais eficaz), e em caso de febre muito alta como foi o caso , Benuron de 8h em 8h. 

  • Bronquiolite, para mim esta até agora foi a pior de todas , mais custosa e dolorosa tanto para o pequenino como para os papás, ver o pequenino com falta de ar a arfar, com febre, muito choroso.
    Pois é a dita constipação, deixou uns malandros de uns vírus teimosos a viajarem até aos pulmões e a fazer este serviço.
    Mas mesmo assim o pequenino é forte, segundo os médicos ele estava muito bem disposto para o que estava a passar, segundo eles se fosse um adulto estaria digamos que "mais mariquinhas"... Hehehe

    - Alivio: Esta vez foi mais grave e mais custoso, mesmo com a poção mágica de carinho e paciência, foi demorada a recuperação, foram 12 dias em casa a recuperar,tivemos de adquirir uma máquina de aerossóis ( a "Tia" Cláudia foi um anjo caído do céu e deu-nos a dela) , aerossóis duas vezes ao dia com a medicação passada pelo Dr. , limpeza nasal com água do mar, muita hidratação , elevação da cabeceira da cama , para o pequenino respirar melhor, e sim vou admitir, algumas noites no aconchego da caminha dos papás, quem diz que nunca o fez, será que diz a verdade!!?? :D 

    P.S.: Mamãs não sou médica, apenas dou a minha experiência pessoal e dicas, de quem já passou por elas, e de forma a minimizar as vossas dúvidas e acalmar esses corações, mas nada como aconselharem-se com o médico, olhem os meus "melhores amigos" nestes meses, são os Doutores da Saúde 24 (808 24 24 24).

    Até logo! Boa viagem nesta louca aventura de amor!! 


     

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:21

O começo...

por Susana Santos, em 20.04.15

Pois é ao fim de 8 meses e 20dias decidi que estava na hora de ser uma mãe virtual,
quem sabe para ajudar alguém e a mim mesma também...
Têm sido 8meses de amor carinho e muita muita aventura, e que nada no Mundo paga... 
Espero que gostem desta mãe quase tanto como ela ama o seu filho... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00


Quando a vida nos presenteia com a dádiva de gerar uma vida, de sermos mães de sermos os seres mais felizes e realizados do Mundo, à que partilhar....

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D